Relembre as regras do Minha Casa Minha Vida

Diversas pessoas já foram beneficiadas com o projeto Minha Casa Minha Vida da Caixa, sabemos que é o meio de muitas pessoas realizarem o sonho da casa própria, mas tem algumas coisas que não sabemos, e por isso, quem está procurando saber mais sobre esse programa é bom tirar algumas dúvidas aqui.

  • Para participar do Programa Minha Casa Minha Vida a pessoa deve ter como renda familiar de zero a dez salários mínimos, mas somente quem tem a renda de zero a três salários mínimos é que precisa se cadastrar.
  • A documentação que a pessoa deve apresentar para se cadastrar é RG, CPF, holerite e comprovante de residência.
  • Os estrangeiros também podem participar, bastam estar dentro das exigências.
  • Famílias que estão morando em locais que são considerados zona de perigo, tenham algum membro com mais de 60 anos ou com necessidades especiais podem ter prioridade.
  • Pessoas que já possuem imóvel no nome delas, não podem participar do programa, porque ele é destinado a beneficiar as pessoas que não possuem imóvel próprio e que desejam realizar esse grande sonho.
  • Todos os imóveis são novos, você não terá que se preocupar em reformar o imóvel, e, além disso, sabemos que o mercado imobiliário está cada vez mais aquecido, seu imóvel vai valorizando a cada tijolo colocado.
  • O valor para compra do imóvel é de até R$ 130 mil.
  • O imóvel que estiver financiado pelo programa pode ser vendido apenas se a renda familiar for de 3 a 10 salários mínimos, mas também, não vai poder participar mais de nenhum benefício do governo.
  • O cadastro é único, no sistema consta todos os seus dados, bem como a cidade em que você se cadastrou, por isso é em vão tentar se cadastrar em mais de uma cidade.
  • O Programa é apenas para aquisição de imóvel, por isso não adianta procurar por terrenos, pois não é para construção de casa.