Inscrição Minha Casa Minha Vida pela internet

O programa Minha Casa Minha Vida está cada vez mais moderno e possibilitando a aquisição de casas próprias para todos os brasileiros. O que antes podia ser feito somente presencialmente nos órgãos responsáveis, hoje já pode ser realizado pela internet: estamos falando da Inscrição Minha Casa Minha Vida pela internet.

Antes de saber como ela funciona, há outros detalhes que também são importantes e você poderá conferir tudo a seguir.

Inscrição Minha Casa Minha Vida pela internet

A inscrição Minha Casa Minha Vida pela internet pode ser feita, mas isso não é algo que está presente em todo o território nacional, infelizmente. Somente em alguns estados e municípios, o órgão responsável pela execução do programa disponibiliza a opção de realizar o cadastro online, pelo seu site.

Inscrição Minha Casa Minha Vida pela internet

Inscrição Minha Casa Minha Vida pela internet. Imagem: divulgação

Sendo assim, é importante que o cidadão interessado em participar do programa, acesse o site e busque todas as informações referentes ao Minha Casa Minha Vida. Caso só haja a lista de documentos necessários, juntamente com o endereço da unidade, significa que a inscrição deverá ser feita presencialmente.

Quem pode fazer Inscrição Minha Casa Minha Vida pela internet

O que define quem pode fazer a inscrição Minha Casa Minha Vida pela internet não é nenhum requisito, mas sim se essa opção é disponibilizada pelo órgão no município. Para fazer a inscrição pela internet a família não precisa preencher nenhum requisito extra, além daqueles já exigidos para que possam participar do programa.

Dessa forma, os requisitos solicitados para que a família possa se inscrever no Minha Casa Minha Vida, presencialmente ou online, são os seguintes: ter uma renda de até R$1.800,00 mil (faixa 1), morar de aluguel, não ter imóvel próprio, ter cadastro no CadÚnico do governo federal.

Inscrição Minha Casa Minha Vida pela internet

Inscrição Minha Casa Minha Vida pela internet. Imagem: divulgação

Famílias que vivem em situações de risco ou que possuem mulheres como responsáveis familiares, ganham prioridade no processo seletivo.

O CadÚnico é um sistema do governo federal para manter dados de todas as famílias de baixa renda. Todas as informações fornecidas no momento da inscrição Minha Casa Minha Vida pela internet são cruzadas com aquelas presentes no CadÚnico.

Onde fazer a Inscrição minha casa minha vida pela internet

A inscrição Minha Casa Minha Vida pela internet pode ser feita diretamente no site do órgão responsável, como a Secretaria de Habitação ou a própria prefeitura municipal. Os interessados devem acessar o site dentro do período indicado, acessarem a página e preencherem todos os dados familiares que são solicitados.

Inscrição Minha Casa Minha Vida pela internet

Inscrição Minha Casa Minha Vida pela internet. Imagem: divulgação

É importante ficar atento a outro fator: em alguns estados, como no Paraná, a CODHAB de Curitiba permite que a inscrição seja realizada pela internet durante o ano inteiro. As famílias que se inscrevem passam a fazer parte da lista de espera para quando houver novas moradias disponíveis.

Nem sempre outros estados irão permitir que as inscrições sejam realizadas durante o ano inteiro e sim durante algumas semanas, por isso fique de olho para não perder esse prazo de participação.

Quais documentos Inscrição minha casa minha vida pela internet

Mesmo se você realizar a inscrição Minha Casa Minha Vida pela internet, é imprescindível ter alguns documentos em mãos para conseguir fornecer dados verdadeiros na hora de preencher o formulário.

O responsável familiar deve efetuar a inscrição, tendo em mãos documentos pessoais seus, de seu cônjuge e das demais pessoas que compõem o seu grupo familiar. Esses documentos devem estar acompanhados de cópias que ficaram no órgão para conferência e comprovação de todas as informações.

Os documentos mais solicitados são os seguintes: RG, CPF, Certidão de Casamento quando for o caso, Carteira de Trabalho, comprovante de residência atual, comprovante de renda, Certidão de Nascimento para menores de idade, entre outros.